CLÍNICA CONSULTAS
ARTIGOS CONTATO
PSICOLOGIA NUTRIÇÃO
MEDICINA PSICOPEDAGOGIA
PSIQUIATRIA PSICANÁLISE

SAÚDE MENTAL

A Organização Mundial da Saúde define saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades. Logo podemos pensar a saúde mental como um estado de bem-estar emocional e psicológico, no qual o indivíduo é capaz de fazer uso das suas habilidades emocionais e cognitivas, funções sociais e de responder às solicitações da vida cotidiana.

Os transtornos mentais afetam mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo, os quadros de saúde mental estão diretamente correlacionados com o bem estar físico do indivíduo. Assim patologias que mudam a rotina do paciente de maneira drástica como, por exemplo, o câncer e a AIDS podem levar a quadros de depressão ou outros transtornos psicológicos em decorrência da incapacidade psíquica de lidar com uma doença grave.

O tratamento em saúde mental pode melhorar ou mesmo evitar o sofrimento do paciente e de sua família, diminuindo as barreiras e consequências negativas na sua vida profissional e social. Existem diversos tratamentos eficientes para muitos problemas psicológicos, no entanto, as pessoas frequentemente não procuram auxílio profissional, ou por não estarem cientes do problema ou por não saberem que existem tratamentos adequados para os diferentes problemas, ou ainda por preconceito.

 

 

 

O QUE É PSICOLOGIA?

A Psicologia é o estudo científico dos processos mentais e do comportamento do ser humano e suas interações com o ambiente físico e social, por meio da  investigação dos processos e estados conscientes, assim como as suas origens e efeitos. A Psicologia procura descrever sensações, emoções, pensamentos, percepções e outros estados motivadores do comportamento humano. O trabalho do psicólogo, portanto, depende muito da observação e análise de comportamento.

A psicologia clínica é a área da psicologia que estuda os transtornos mentais e os aspectos psíquicos de comportamentos, por meio da psicoterapia. O atendimento psicológico é divido em infantil, adolescente, adulto, a terapia ainda pode ser familiar e de casal.  Diversas linhas teóricas podem ser utilizadas pelos terapeutas entre elas as mais comuns são: psicanálise, cognitivo comportamental, sistêmica, psicodrama, cada terapeuta vai dispor de suas técnicas e métodos para melhor compreender seus pacientes.

 

Quando procurar?

Todos se perguntam sobre qual o melhor momento para procurar um psicólogo, se precisa estar doente para isso. O que podemos dizer é que a terapia antes de tudo é importante para nosso autoconhecimento, então não precisamos estar em dificuldades para nos conhecer, para entendermos melhor nosso funcionamento.

Agora se você perceber mudanças em seu comportamento em sua rotina, se atividades que antes eram prazerosas já não satisfazem mais, se tudo o que deseja é sumir no mundo ou se percebe que os sintomas são graves e provocam desconforto físico e emocional é chegado o momento. Uma dica é ouvir as pessoas mais próximas a você, se estas comentarem suas mudanças ou que percebem que você precisa de ajuda confie, pois estas pessoas estão quase sempre certas.

 

 

O NUTRICIONISTA

É um profissional da área da saúde capacitado a atuar visando à segurança alimentar e à atenção dietética. Estuda as necessidades nutricionais de indivíduos ou grupos para a promoção, manutenção e recuperação da saúde.

O nutricionista investiga e controla a relação do sujeito com o alimento com objetivo de preservar sua saúde. Ele planeja, administra e coordena programas de nutrição e alimentação em escolas, hospitais, hotéis, restaurantes comerciais, empresas, spas ou abrigos infantis e de idosos, entre outros grupos. Define cardápios, sugerindo pratos variados e equilibrados, que supram as necessidades nutricionais dos clientes, pacientes ou hóspedes. Orienta e prescreve dietas individuais ou de grupo, para diabéticos, hipertensos, obesos e pacientes de doenças renais, hepáticas ou qualquer outra cujo tratamento exija acompanhamento alimentar específico.

 

 

PSIQUIATRA

A psiquiatria é uma especialidade da  Medicina que trabalha com a prevenção, atendimento, diagnóstico, tratamento e reabilitação das diferentes formas de sofrimentos mentais, sejam elas de cunho orgânico ou funcional. São exemplos: a depressão,  a esquizofrenia, a demência, os transtornos de ansiedade, entre outros. A meta principal é o alívio do sofrimento e o bem-estar psíquico.

 

 

 

 

 

 

TERAPIA INDIVIDUAL

Indicada para adultos e adolescentes

Adultos: foco está na consciência do seu jeito de ser, nas suas dificuldades e limitações, nas aprendizagens que precisa fazer, no autoconhecimento. Alguns temas são abordados na terapia, como identidade, solidão, rejeição, como lida com o pertencer e o separar, autoestima, relações familiares e relações afetivas. Situações de crise – como perdas, separações, traições, mudanças - assim como sintomas e transtornos psicológicos também podem ser trabalhados na terapia.

Adolescentes: foco está nas aprendizagens que precisa fazer e na definição de que tipo de adulto deseja ser. Isso engloba trabalhar suas escolhas profissionais, projeto de vida, relações afetivas, responsabilidades.

 

 

PSICOLOGIA INFANTIL

Muitas vezes não entendemos certas manifestações de nossas crianças, mas percebemos que pode haver algo de errado com elas. Muitas dessas vezes a própria criança não sabe o que está errado, mas sente um desconforto que não compreende. Comportamentos arredios, de agressividade ou isolamento são alguns exemplos de sinais aos quais se deve estar atentos e buscar a orientação de um profissional.

 

 

PSICOLOGIA PARA BEBÊS

Psicologia, clínica com bebês e as dificuldades iniciais do desenvolvimento:

Na clínica com bebês o trabalho se dá na direção da prevenção, pois nada ainda está decidido. Se passa necessariamente pela escuta e por um certo olhar sobre o corpo do bebê na observação do que se manifesta procurando promover espaços construtivos ao relacionamento mãe/bebê e possibilidades de experiências criativas ao desenvolvimento saudável. A psicologia infantil busca determinar como as variáveis ambientais e as características biológicas da criança interagem no seu desenvolvimento proporcionando um campo rico e produtivo.

 

 

 

TERAPIA RELACIONAL SISTÊMICA

É uma linha de psicoterapia que enxerga o cliente (indivíduo, família, casal) como um sistema.

Um dos objetivos é trabalhar com a consciência do padrão de funcionamento, que é a forma repetitiva que o sistema usa para reagir às situações da vida e nas relações. Esse padrão pode ser visto como o que fundamenta as dificuldades e problemas que as pessoas trazem quando buscam psicoterapia.

Assim, as queixas, sintomas e dificuldades são um mapa para poder ver o que está acontecendo, como, para que, e buscar o que precisa aprender e que mudanças são necessárias.

ATENDIMENTOS:

O início do trabalho terapêutico acontece no primeiro contato telefônico, onde se define quem virá para a sessão e um objetivo inicial.

O tipo de psicoterapia – individual, casal ou família – será avaliado conforme a dificuldade/problema que o cliente apresentar num primeiro momento.

 

 

 

TERAPIA DE CASAL

- A terapia de casal tem como um de seus principais objetivos melhorar a qualidade das relações, sendo um espaço para aprendizagens e mudanças.

- É indicada quando a queixa é relacional; quando uma das partes do casal faz sintoma; na evolução de um trabalho de família.

- Trabalha-se principalmente a consciência do padrão de funcionamento e de relação do casal, bem como, enxergando como cada um funciona. Alguns aspectos são observados dentro da terapia, como: provas de amor; comunicação; brigas; funções de casal; como fazer bom uso da relação.

 

 

 

TERAPIA DE FAMÍLIA

- Indicada para quando o pedido refere-se a crianças e/ou adolescentes; quando o pedido se refere ao casal, mas com a necessidade da presença dos filhos como facilitadores.

- O olhar da Terapia Relacional Sistêmica é da família como um sistema, um círculo, onde cada um tem a sua participação e responsabilidade, e todos se influenciam reciprocamente, independentemente da idade. Assim, quando alguém da família faz um sintoma, entende-se que o problema/dificuldade é uma questão da família, sendo necessário que todos tenham novas aprendizagens e reorganizações.

- SESSÕES COM TODA FAMÍLIA – quando as dificuldades referem-se a toda a família e é necessário novos contratos, melhorar a convivência, a comunicação e as negociações.

- SUPERVISÃO DE PAIS – são sessões de pais.  São indicadas quando as dificuldades estão relacionadas com a educação e orientação dos filhos, como: papéis, funções, limites, autoridades, continente, cuidados.

 

48 3437 2461 ▪ 48 99690 7874 Rua Cel Pedro Benedet, 46 | Sala 123 | Ed. Martinho Acácio Gomes Centro | Criciúma | SC | CEP 88801-250 clinicaconsciencia@outlook.com
CLÍNICA PSICOLOGIA ARTIGOS NUTRIÇÃO PSICANÁLISE CONSULTAS PSIQUIATRIA CONTATO PSICOPEDAGOGIA